Dicas saudáveis

Bronquite alérgica: o que você precisa saber sobre isto?

bronquite é transmissível

A bronquite alérgica, também chamada de asma, é uma inflamação dos brônquios que se caracteriza por sua relação direta com a alergia respiratória. Ela não é uma doença contagiosa. Trata-se de uma doença crônica, porém muitos pacientes ao longo da vida apresentam melhora do seu quadro e podem inclusive ficar sem necessidade de tratamento contínuo. Não existe uma cura para bronquite asmática, mas atualmente dispomos de inúmeros medicamentos capazes de controlar totalmente essa condição e garantir uma função pulmonar normal dos indivíduos acometidos. 

A bronquite alérgica é normalmente identificada na infância, mas pode se manifestar em outras fases da vida. Vários agentes inalados podem ser gatilhos para o desencadeamento de alergias respiratórias, como pelo de animais (cão e gato), pólen, ácaros, mofo, poeira, poluentes ambientais e inalação de substâncias tóxicas, como as contidas na fumaça do cigarro. Continue a leitura para obter outras informações importantes sobre essa doença!

Saiba quais são os principais sintomas da bronquite alérgica

A bronquite alérgica pode se manifestar através de diversos sintomas e muitas vezes eles são confundidos com outras doenças por apresentarem semelhanças. Veja, a seguir, seus principais sinais e sintomas:

  • Tosse persistente— provocada pela presença de muco ou outras secreções que surgem devido à inflamação e irritação dos brônquios;
  • chiado no peito (sibilo) — esse é um sintoma importante e que causa muito desconforto, levando à falta de ar. Pode ser constante ou percebido de acordo com a respiração;
  • falta de ar — esse é um sintoma grave da doença e representa uma rápida evolução do quadro, exigindo tratamento imediato;
  • fadiga — muito comum nos casos de bronquite alérgica, provocando cansaço, intolerância aos esforços e desânimo;
  • secreção respiratória (expectoração) — muco provocado pela inflamação das paredes que revestem os brônquios. Na maioria dos casos, ela é clara e viscosa, semelhante à clara de ovo.

Os sintomas variam de acordo com condições individuais do organismo, gravidade da doença, contato com os alérgenos ou falta de tratamento. Também é importante observar que a pessoa pode apresentar apenas um ou mais sintomas associados.

Entenda como é feito o diagnóstico

O diagnóstico é realizado por meio de uma avaliação médica especializada que verifica alguns sinais e sintomas aparentes, como tosse e chiado, além do histórico do paciente. Os exames para alergia, assim como provas de função respiratoria (espirometria) , são importantes. Outros exames como raios-X de tórax, exame de escarro e oximetria de pulso são usados para exclusão de outras doenças.

Veja quando o tratamento é indicado

Normalmente, o tratamento da bronquite é iniciado logo após o diagnóstico da doença. Dependo da gravidade, o médico especialista pode prescrever medicamentos, como anti-inflamatórios (corticoide inalado) e broncodilatadores, bem como indicar sessões de nebulização acompanhadas ou não de remédios. Vários avanços ocorreram no tratamento de asma nos últimos anos, e, atualmente, existem medicamentos imunobiológicos altamente eficazes para o controle das formas graves da doença.

Aprenda como a nebulização ajuda no tratamento

A nebulização é um procedimento eficaz no controle de diversas doenças respiratórias, como asma, DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), bronquiectasias, entre outras. Ela é muito indicada pelos médicos, pois é uma forma de entregar alguns medicamentos diretamente nas vias respiratórias e, também, promove o amolecimento do muco, fazendo com que a secreção fique mais fluída e seja expelida mais facilmente.

Dessa forma, o uso do nebulizador é um importante aliado no tratamento da bronquite alérgica, visto que ajuda a diminuir sintomas como chiado no peito e falta de ar. O aparelho é facilmente utilizado em casa, apenas com soro fisiológico ou medicamentos, caso sejam prescritos pelo médico. Isso evita idas desnecessárias ao atendimento de emergência ou posto de saúde para inalação, o que garante maior conforto e adesão ao tratamento.

Como vimos, a bronquite alérgica é provocada por diversos fatores relacionados a agentes alérgicos. A doença causa incômodos respiratórios e se agrava na falta de tratamento. Por isso, é importante ficar atento aos sinais e seguir um plano de tratamento adequado recomendado pelo seu médico para amenizar os sintomas e evitar agravamentos.

Essas informações foram úteis? Para saber mais sobre bronquite e assuntos relacionados, siga as nossas redes sociais e acompanhe todas as postagens. Estamos no Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn!

Share

Sugestões de artigos

Infarto ou ansiedade? Como distinguir os dois?

Infarto ou ansiedade? Como distinguir os dois?

Você sente seu peito apertar, sua frequência cardíaca dispara e ... Infarto ou ansiedade? Como distinguir os dois?

tempo chuvoso

Tempo chuvoso: quais cuidados com a saúde você deve tomar nesse período do ano?

Você já reparou como nosso corpo reage ao clima? Em ... Tempo chuvoso: quais cuidados com a saúde você deve tomar nesse período do ano?

artrite

Artrite: saiba mais sobre a doença e veja como tratá-la!

Conheça os diferentes tipos de artrite e descubra quais tratamentos são indicados para cada um. Saiba mais lendo este artigo!

alongamento exercício físico

Alongamento pré e pós exercício físico: como fazer? Descubra aqui!

A importância do alongamento no exercício físico nem sempre é ... Alongamento pré e pós exercício físico: como fazer? Descubra aqui!